É comum o jogador assinar contrato com o clube logo após a realização dos exames médicos, praticamente um procedimento padrão no mundo do futebol. Alexandre Pato viajou na noite de terça-feira para Londres, deu entrevista como jogador do Chelsea, foi aprovado nos exames nesta quarta e… Ainda não assinou contrato.

O acordo está bem encaminhado para ser sacramentado nesta quinta, mas há um problema: a cláusula anti-Inglaterra. O jogador não aceita e o Corinthians tenta impô-la.

A cláusula sugerida pelo clube paulista é, na verdade, uma multa. Pato tem contrato com o alvinegro até o final de 2016, e o Corinthians não quer prorrogar o vínculo com o atleta por medo que ele não vingue na Premier League e depois tenha que pagar mais alguns meses seu alto salário (R$ 800 mil). Assim, pretende colocar no contrato com o Chelsea uma cláusula de compra para o clube inglês – algo extremamente normal – e um impeditivo ao jogador de se transferir à Inglaterra caso não feche em definitivo com os Blues.

Alexandre Pato não quer aceitar essas condições. A intenção do Corinthians é que a multa fique entre 8 e 10 milhões de euros, e aí vem o absurdo da história: impediria o atacante de jogar no futebol inglês até o final de 2017, um ano após o término do contrato dele com o time do Parque São Jorge! A partir das informações obtidas pelo blog, é lógico imaginar que a cláusula de compra teria o valor máximo igualitário ao da multa.

Resumidamente, se Pato não for contratado em definitivo pelo Chelsea ao término do empréstimo, ficaria impedido de atuar na Inglaterra até dezembro do ano que vem, mesmo sem o vínculo corintiano, a não ser que pague a multa ao Corinthians. Ficaria livre, porém, para transferências a quaisquer outros países diante de negociação e assinatura de pré-contrato para 2017 com outros clubes.

Diante desta situação, parte do staff do jogador quer que ele aceite a condição corintiana por dois motivos: 1 – A eventual discussão nos tribunais sobre a legalidade desta multa, amplamente favorável a Pato; 2 – O valor baixo para os padrões de grandes clubes ingleses.

Estão na Inglaterra negociando pelo atleta Gilmar Veloz, Giuliano Bertolucci e Kia Joorabchian – não há um represente oficial do Corinthians. Mauro Cézar Pereira foi o primeiro a noticiar a negociação entre Corinthians e Chelsea por Alexandre Pato, e posteriormente mostrou como o clube inglês asfixiou o brasileiro. O capítulo seguinte desta novela é o relatado nos parágrafos acima.

Há risco para o negócio não ser fechado caso Pato não recue, mas o desejo do jogador de não retornar ao Corinthians deve ser preponderante.