Início / Locutores / Andrea Anes / Dilma encaminha hoje ao Congresso nova CPMF com duração de 4 anos

Dilma encaminha hoje ao Congresso nova CPMF com duração de 4 anos

dilma-constrangida-Ueslei-Marcelino-Reuters

 

A presidente Dilma Rousseff deve encaminhar hoje aos parlamentares a Proposta de Emenda a Constituição (PEC) que recria a antiga CPMF, contribuição que incide sobre a movimentação financeira. Apesar das resistências, o texto irá propor um novo tributo com alíquota de 0,20% e duração de quatro anos destinado à Previdência Social, conforme anunciado pela equipe econômica. A negociação de Dilma e dos ministros com o Congresso começará imediatamente: o governo precisa urgentemente dos R$ 32 bilhões que a CPMF despejará nos cofres federais ao longo de um ano.

Os dois pontos principais da proposta – a alíquota e a duração – podem mudar no Congresso. O imposto pode ser elevado a 0,38%, repetindo a alíquota que vigorou até dezembro de 2007 quando foi extinta pelos parlamentares. Governadores aliados ao Planalto decidiram apoiar a elevação da alíquota para que o tributo seja dividido com Estados e municípios, mas o governo decidiu enviar uma proposta própria, deixando as alterações nas mãos dos parlamentares. Além disso, deputados e senadores podem modificar a proposta para reduzir o prazo de duração para dois ou três anos, de forma que a CPMF termine até 2018.

O governo vai iniciar as negociações com as lideranças do Congresso ainda hoje. A presidente sabe que o quadro não será fácil, diante do quórum elevado para aprovação de uma PEC – 308 votos na Câmara e 49 no Senado. O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), chegou a dizer, na semana passada, ser “impossível” votar o retorno da CPMF ainda neste ano. Governadores do PSDB, como o de São Paulo, Geraldo Alckmin, também avisaram que não apoiam o retorno do tributo, criado em 1997, em caráter também temporário, para custear a Saúde, no governo Fernando Henrique Cardoso (PSDB).

A recriação da CPMF faz parte de um pacote de elevação de impostos e cortes em despesas destinado a cobrir o déficit de R$ 30,5 bilhões do Orçamento de 2016. Para cobrir o rombo, o governo também anunciou o adiamento do reajuste a servidores públicos e cortes em verbas do Sistema S, mas enfrenta a resistências de sua base social às medidas.

Confira também

gnr-split-gettty

Integrantes do Guns N’ Roses fofinhos? Será possível?

A Funko lança mais bonecos para homenagear figuras ilustres do rock: Axl Rose, Slash e Duff ...

rolling

Em ritmo de Blues novo clipe dos Rolling Stones é divulgado

Com lançamento marcado para 02 de dezembro, “Blue & Lonesome”, conforme revela o próprio nome ...

cadillaclogo

Cadillac’s Rock Band estaciona no programa “Os Novos do Rádio”

Na estrada desde 2005, Cadillac’s Rock Band, originada em Mococa, faz jus ao nome e ...

rusticanacomlogo

Rusticana eletriza Os Novos do Rádio

Rusticana iniciou a caminhada no rock em 2015, formada por Amauri (vocalista), Beto (guitarrista), Thiago “Ski” ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>